Pedro Coimbra e João Gouveia visitaram concelho de Mira

Download PDF

Pedro Coimbra e João Gouveia, deputados do Partido Socialista na Assembleia da República eleitos pelo Círculo Eleitoral de Coimbra, visitaram hoje o concelho de Mira com o intuito de melhor se inteirarem das intervenções previstas para breve na Barrinha de Mira e na zona costeira. Acompanharam a visita Manuel Martins, candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal de Mira, Francisco Reigota, punnamed-4residente da Junta de Freguesia da Praia de Mira, João Reigota, Presidente da Concelhia do PS de Mira, entre outros autarcas e dirigentes do Partido Socialista. A sociedade Polis da Ria de Aveiro, cuja maioria do capital é detido pelo Estado, submeteu uma candidatura para desassoreamento da Barrinha de Mira ao Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (PO SEUR) estando, agora, o investimento em fase de concurso público. Designada “Desassoreamento da Barrinha de Mira com Transposição de Sedimentos para o Litoral”, o investimento surge no âmbito do PO SEUR – Proteção do Litoral e, de acordo com Pedro Coimbra, “é um investimento de mais de 700 000€ e que é muito significativo e muito importante, promovido por uma Entidade pública cuja maioria do capital é detido pelo Estado e que, bem, recorreu aos fundos comunitários para realizar uma importante intervenção”. Pedro Coimbra sublinhou ainda que “ao contrário da mensagem que a direita pretende fazer passar, o investimento público promovido pela administração central e por entidades participadas pelo Estado, como é o caso, está em curso”, mas não deixou de manifestar que “infelizmente, este é um excelente exemplo da passividade do anterior Governo na aplicação e na execução dos fundos comunitários, uma vez que há muito que já deveria ter avançado”. O investimento previsto pretende, por um lado, desassorear a lagoa, trabalho essencial para a recuperação e valorização dos ecossistemas e para a prevenção de cheias e, por outro, reforçar a praia com os sedimentos provenientes do desassoreamento, uma vez que esta se apresenta como uma solução técnica bastante adequada e sustentável para protecção costeira em zona de risco.Por fim, Pedro Coimbra acrescentou ser “testemunha do empenho do Governo e do Sr. Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, para que este importante investimento avance rapidamente”.