Plano Anual de Atividades 2017

Download PDF

INTRODUÇÃO

Cumpriu-se, no presente ano de 2016, o segundo e último ano de mandado da atual direção da Rádio Clube de Arganil.

Temos consciência que o último plano apresentado foi cumprido e, apenas uma atividade não foi executada, estando neste momento em preparação de orçamento, pelo que ainda será concretizada antes do final do mandato da atual direção.

O Plano de Atividades que a direção apresenta para o próximo mandato é, como se compreende, um plano de intenções, pois pode não corresponder, por inteiro, aos objetivos da próxima direção.

O apetrechamento por meios tecnológicos adequados e a sua manutenção foi sempre uma das nossas prioridades. Temos consciência do nível que atingimos, mas ainda há um longo caminho a percorrer, sobretudo ao nível da programação e dos recursos humanos, sendo necessário profissionalizar os nossos serviços, adequá-los à nova realidade e deixá-los menos dependentes do amadorismo e do voluntariado da direção.

A Rádio Clube de Arganil é uma força viva do nosso concelho e da nossa região continuando a depender do trabalho e da dedicação de todos os intervenientes, diretores, funcionários e colaboradores. Só deste modo, poderemos continuar a orgulhar-nos do nosso trabalho junto das populações e dos ouvintes que fielmente nos seguem através dos nossos emissores (88.5 e 97.3 fm), da nossa emissão on-line em www.rcarganil.pt ou no Facebook.

                      

  1. MEIOS TÉCNICOS

A modernização tecnológica tem sido uma preocupação desta e de anteriores direções, encontrando-se, neste momento, a RCA bem apetrechado quer ao nível dos estúdios, quer dos Centros Emissores do Mont’Alto, Aveleira e Piódão. O ano de 2016 não foi ano grandes investimentos, pois não houve necessidade, destacando-se apenas:

  • Modernização dos computadores.
  • Reparações de aparelhos.

Para 2017 propomos:

  • Aquisição de novos leitores de cd para o estúdio principal.
  • Intalação de uma nova antena de feixe na torre da Aveleira e reparação da iluminação da torre.

 

  1. RECURSOS HUMANOS

O quadro de pessoal não tem sofrido alterações nos últimos anos, pelo que a situação que poderá vigorar em 2016 é a seguinte:

  • 2 locutoras/jornalistas;
  • 1 locutora em part-time (2 horas por dia em regime de tempo parcial);
  • 1 vendedor de publicidade a tempo parcial em regime de prestação de serviços;
  • 1 prestador de serviços a tempo parcial com funções de gestão de secretaria, de publicidade e da informática

É neste setor que necessitamos de proceder a uma grande remodelação, sobretudo na criação de um posto de trabalho de um diretor geral da estação que autonomize o trabalho interno e externo e que permita à Rádio crescer, profissionalizar-se e deixar de depender do voluntarismo e da boa vontade dos diretores que, na quase totalidade, asseguram os diretos do exterior.

 

  1. PROGRAMAÇÃO

Ao nível da programação continuaremos a apostar e a reforçar as seguintes linhas orientadoras:

  • Programação generalista com abrangência dos diversos públicos-alvo;
  • Predomínio da música portuguesa;
  • Prioridade aos programas de entretenimento e informativos estimulando novas colaborações que possam enriquecer a nossa programação;
  • Aumentar a presença da Rádio nos concelhos da nossa Beira Serra, abrangendo também Tábua e Pampilhosa da Serra;
  • Continuar a privilegiar a informação local com blocos informativos que proporcionem a divulgação dos acontecimentos e factos locais e regionais;
  • Diversificar a programação com novos programas de natureza informativa, formativa e de debate;
  • Continuar a trazer a rádio para a rua com programas em direto sempre que possível – programas a realizar nas sedes de freguesia, nas coletividades e Comissões e durante a realização de alguns eventos;
  • Fazer a cobertura jornalística dos grandes acontecimentos da região – políticos, sociais, culturais, recreativos, desportivos, com destaque para o concelho de Arganil e de Góis;
  • Fazer a cobertura da FICABEIRA e da Feira das Freguesias;
  • Fazer a cobertura das eleições autárquicas;
  • Fazer a cobertura de alguns eventos noutras freguesias e noutros concelhos;
  • Fazer a cobertura dos jogos de futebol da AAA nos jogos a realizar, pelo menos, em Arganil.
  • Colaborar com as autarquias e as instituições sociais, culturais e educativas locais.

 

  1. MARKETING

Trata-se de uma área onde não foram concretizadas algumas iniciativas anteriormente proposta pelo que propomos:

  • Aposta na nossa página do Facebook e no nosso site;
  • Ofertas aos cooperantes;
  • Catálogo de vantagens para os cooperantes.

 

  1. INTERVENÇÃO SOCIAL E CULTURAL

  • Organização de festas e convívios, nomeadamente:
  • Convívio das madrinhas (finais de Maio)
  • Convívio de Natal (meados de Dezembro)
  • Organizar a comemoração dos 30 anos da Rádio Clube de Arganil (Abril de 2017);
  • Organização de diretos de vários pontos da região;
  • Sonorização da vila pelo Natal;
  • Sonorização da vila e recinto durante a Ficabeira e Feira do Mont’Alto;
  • Participação e colaboração em campanhas de solidariedade social;
  • Participação com um stand na Ficabeira e na FACIG;
  • Presença em eventos diversos através de emissões em direto ou de reportagem de exterior;
  • Participação e cobertura de outros eventos de índole cultural, social, política e desportiva.

 

CONCLUSÃO

 

As propostas aqui apresentadas são realistas e não implicam grandes investimentos por parte da cooperativa.

Vamos apostar, essencialmente, na manutenção dos equipamentos e na modernização daqueles que se considere mais prioritários.

Continuamos a viver uma época difícil em que a aposta na publicidade de muitas empresas não é prioritária, daí a necessidade de se procurarem novas formas de financiamento e de promoção, nomeadamente a captação de novos sócios, campanhas de pagamento de quotas em atraso e convívios.

Tal como temos afirmado em anteriores PA, «queremos dar passos pequenos, mas seguros, que não ponham em causa a estabilidade económica que tão dificilmente conseguimos, e o cumprimento das nossas obrigações para com os funcionários, o estado ou os fornecedores».

Com o presente Plano de Actividades, continuaremos a dignificar esta emissora, levando bem longe «A VOZ DA BEIRA SERRA», na certeza de que há passos que teremos que dar para afirmação plena da mesma.

2017 © Todos os direitos encontram-se reservados à Rádio Clube de Arganil