Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Coja pretende adquirir duas novas ambulâncias

Download PDF

bombeirosA Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Coja precisa de adquirir duas novas ambulâncias, pretendendo fazê-lo antes de 28 de Janeiro, dia em que assinala o seu 55.º aniversário e em que a Associação queria dar a conhecer as referidas viaturas á comunidade. O anúncio foi adiantado ao RCA, por Jorge Matos Silva, presidente da direcção daquela colectividade, á margem da Festa de São Miguel, que ontem ocorreu. O dirigente revelou ainda que no dia da comemoração do aniversário contam receber Marcelo Rebelo de Sousa, o Presidente da Republica, que fizeram questão de convidar pessoalmente, quando este se deslocou á corporação “por altura dos incêndios”, para assinalar a efeméride. Se de facto o Presidente aceitar o convite, o dirigente está confiante de que a comemoração do aniversário “vai ter mais pompa”, recordando que, “normalmente, festejamos cada cinco anos da associação”. “Estamos a pensar adquirir estas viaturas porque temos ambulâncias com 700 mil kms e na nossa área de actuação, temos pessoas com uma certa idade, sobretudo doentes, e a exploração de ambulâncias é muito grande”, explicou Jorge Silva, acrescentando que há “um desgaste destas viaturas, até porque os bombeiros percorrem uma “área montanhosa”. “É imprescindível comprar ambulâncias”, declarou o dirigente, sublinhando que de facto, “é melhor ficar a dever dinheiro do que ter um desastre”, uma vez que, actualmente, ainda não dispõem da verba necessária para a aquisição destas viaturas. Ainda assim, confessa, esperançoso, “estamos a contar com aquilo que poupamos”, revelando que “estamos a equacionar ir buscar uma parte da verba que temos de reserva para garantir os ordenados dos funcionários para a entrada”.