Victor Pascoal é o novo adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Góis

Download PDF

01f76570-e68a-44c9-963b-affc0e6df7197e15e13e-2d95-4213-9d7e-765c6a533078512a4717-9798-4f35-b723-4d7cb6b2689bVictor Pascoal é o novo adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Góis. A cerimónia de tomada de posse decorreu sábado no salão nobre do quartel na presença de poucos bombeiros, uma vez que a maioria dos operacionais se encontrava ainda no terreno, no combate a três focos de incêndio no concelho. Por isso foi um Victor Pascoal fardado e um pouco atarefado que recebeu as divisas, tendo sido parco em palavras, tendo em conta que o discurso que tinha preparado ficou esquecido em casa devido á azáfama provocada pelos incêndios dessa manha. Assim sendo o antigo chefe dos bombeiros de Góis limitou-se a agradecer ao comando e direcção a confiança que lhe foi atribuída, assegurando que “tentarei fazer o melhor por esta casa como tenho tentado fazer até aos dias de hoje”. Nesse sentido solicitou a ajuda dos bombeiros, “para levarmos o barco a bom porto”. Jaime Garcia por seu lado, começou por reforçar que o actual cargo de Victor Pascoal se deve essencialmente “á forma empenhada, assídua e inquestionável demonstração das suas capacidades operacionais e de liderança no desempenho das funções de chefe”. De acordo com o dirigente “com esta tomada de posse trazemos para o quadro de comando maior capacidade de liderança, energia e disponibilidade, criando maior facilidade para a definição de objectivos e estratégias que alinhem e motivem as pessoas e que tracem com clareza uma direcção para o futuro”. Jaime Garcia referiu-se ainda ao “investimento mais urgente” que necessitam, ou seja, a aquisição de duas novas viaturas de transporte de doentes, pois como frisou “as que temos já não aguentam a pedalada”. Nesse sentido lançou o apelo a todas as instituições, empresas e população em geral para que, “no mais curto espaço de tempo seja possível colocar ao serviço dos Goienses estas viaturas”. Em respeito a isso Lurdes Castanheira garantiu que irá propor ao executivo municipal “uma ajuda com algum significado para a aquisição de pelo menos uma das duas ambulâncias de que precisam”. A presidente do município de Góis revelou também que em breve o executivo terá oportunidade de aprovar “a maior distinção honorifica do concelho de Góis, que á a medalha de ouro”, que ao ser de facto aprovada, será entregue ainda este ano aos Bombeiros Voluntários de Góis aquando da comemoração do seu 60.º aniversário.