Góis Moto Clube segue invencível com Diogo Ventura

Download PDF

O jovem Diogo Ventura – piloto do Góis Moto Clube mantém a invencibilidade, isolando-se assim na frente do Campeonato 2017.Destaque ainda para Francisco Alvoeiro que garantiu no pódio na Enduro Cup. Após um mês de pausa devido à anulação da jornada figueirense, o Nacional de Enduro regressou à competição com a 2ª edição do Enduro de Vila de Rei. Com organização a cargo dos Esganados TT Moto Clube, a prova realizada ontem contou com um bonito traçado com aproximadamente 50 km´s e três especiais de grande nível. Com as cores do Góis Moto Clube, alinharam nesta terceira jornada (segunda de um dia), o actual líder do Campeonato – Diogo Ventura (Elite2), Pedro Duarte (Verdes 2) e ainda o jovem Francisco Alvoeiro (Enduro Cup).Numa jornada marcada por uma maior competitividade, Diogo Ventura demonstrou uma vez mais todo o seu potencial, dilatando desta forma a sua vantagem na liderança do Campeonato. No final, o piloto GMC referiu que “esta corrida foi um pouco mais renhida e disputada que as anteriores mas consegui vencer e cumprir com o principal objectivo a que me tinha proposto”, confessando que, “não foi um dia fácil devido a uma queda na última volta e algumas dificuldades com o amortecedor traseiro, mas venci e dilatei a vantagem no campeonato, o que é muito importante”, agradecendo ao Góis Moto Clube “por todo o apoio”. Cada vez mais habituado às “lides enduristas” está Francisco Alvoeiro aos comandos da sua 50cc. O jovem piloto garantiu nesta terceira jornada novo segundo lugar da classe, sendo agora 4º classificado no Campeonato. “Estava a tentar impor um bom ritmo, mas a partir do CH1 a minha mota começou a falhar. Tive de parar imensas vezes e o meu objectivo passou a ser terminar. Obrigado ao meu pai, pois sem o apoio dele não tinha conseguido terminar”, referiu.Já Pedro Duarte faz o seu regresso ao Enduro (este ano apenas esteve presente no TT de Góis), nesta jornada em torno do centro geodésico de Portugal. O piloto GMC agora na classe Verdes2 garantiu a 8ª posição final. “Ainda tenho poucas horas com esta mota, no entanto as sensações têm sido positivas. Foi um bom enduro, com verdadeiras especiais e uma organização aplicada. A próxima jornada é na Lousã, onde pretendo estar na luta pelos lugares cimeiros, à semelhança do que fiz na época transacta” concluiu Pedro Duarte. O Nacional de Enduro prossegue agora a 7 de Maio, com a quarta jornada pontuável a decorrer na bonita vila beirã da Lousã.

diogo-ventura