Visita à HUF-Portuguesa, em Tondela

Download PDF

visitaOs alunos do Curso Profissional de Técnico de Produção Metalomecânica-12º E e do Curso Vocacional de Secundário visitaram no dia 10 de Março a empresa multinacional HUF-Portuguesa, em Tondela, onde foram gentilmente recebidos pelo responsável pela área da comunicação da empresa, Luís Veiga. A HUF, com uma presença global em 4 continentes e 16 países, dedica-se à produção de dispositivos e chaves ID, sistemas de fechaduras, chaves e sistemas mecânicos de bloqueio de direcção, entre outros, fornecendo componentes directamente para fábricas de referência no sector automóvel (PSA, VW, BMW, Volvo…).No período da tarde visitaram também o Museu de Caramulo, onde tiveram a oportunidade de conhecer uma importante exposição de automóveis em Portugal. A visita à empresa HUF-Portuguesa inseriu-se no Projecto Step One, dinamizado pelo Serviço de Psicologia e Orientação do Agrupamento e pelo Projecto 100% em todas as turmas de 12.º ano do Ensino Profissional do Agrupamento. Assume como principal objectivo apoiar os alunos na fase de transição da escola para o mercado de trabalho e/ou ajudá-los a delinear novos percursos de qualificação. Assim, a visita à HUF procurou dar seguimento aos esforços da Escola Secundária de Arganil na promoção do contacto dos alunos com empresas de referência no panorama económico nacional, com impactos positivos no desenvolvimento da auto eficácia e optimismo dos jovens face aos desafios que advém da transição para a vida activa.Para estes alunos que estão a terminar o curso, o Step One e em particular a visita à HUF, através do conhecimento do funcionamento do sector da produção e da exigência no Sector dos Recursos Humanos do Grupo, foram muito enriquecedores, tendo alertado para a importância fulcral dada às soft skills no processo de recrutamento na empresa. Actualmente na HUF e no mercado de trabalho em geral, já não bastam as competências técnicas, ganhando cada vez mais relevo as já referidas soft skills, como o relacionamento com os colegas e trabalho em equipa, capacidade de resolução de problemas e de comunicação. Por outro lado, este contacto com uma empresa que é um exemplo em termos de competitividade tecnológica e na aposta no bem-estar e segurança dos seus colaboradores, possibilitou igualmente a ampliação dos horizontes e expectativas dos jovens relativamente às possibilidades de percursos de formação profissional e oportunidades de trabalho. Nas restantes sessões do Step One foram trabalhadas áreas como as técnicas de procura de emprego, networking, actividades ocupacionais (voluntariado), prosseguimento de estudos, mobilidade profissional.