Rancho Infantil de Coja promoveu 9º Desfile de Moda

Download PDF

“A Moda e o Teatro” foi o tema do 9º desfile de moda, organizado pelo Rancho Infantil e Juvenil de Coja, com o apoio da União de Freguesias de Coja e Barril de Alva e do município de Arganil, no qual cerca de 16 crianças e jovens do grupo de dança Coja-a-Animar apresentaram em palco trajes relacionados com o teatro. Contando com a participação especial do Grupo de Teatro “Os Gorgulhos – Teatro na Serra”, que colaborou, sobretudo, na apresentação do evento, na elaboração dos textos e na criação dos adereços, na primeira parte do desfile, os modelos apresentaram também vestuário da Loja Estilus. Refira-se que, sendo um evento cuja entrada é gratuita, a organização vendeu, no local (Praça Dr. Alberto Vale), algumas rifas, para angariar algumas verbas, tendo sido feito o respetivo sorteio e atribuídos vários prémios, nomeadamente um cabaz de produtos regionais, uma garrafa de vinho do Porto e alguns produtos de beleza. Contando que este desfile temático é “um evento que nós gostamos bastante de organizar”, Paula Dinis assegurou que “temos tido muito sucesso” e “as pessoas abordam-nos sempre a felicitar-nos pela iniciativa”. Congratulando-se com a colaboração da Loja Estilus, a presidente de direção do Rancho Infantil e Juvenil de Coja explicou que o desfile começou “com uma passagem de modelos das suas roupas desta estação” e “depois, tivemos a segunda parte com o nosso desfile sobre A Moda e o Teatro”. Lembrando que este desfile já teve vários temas, nomeadamente “A Moda e a Música” e “A Moda e o Cinema”, entre outros, a dirigente declarou que “este ano, correu muito bem porque tivemos uma abordagem cronológica da história do teatro” e “os nossos apresentadores fizeram muito bem a apresentação e a caracterização de diferentes épocas do teatro”. 13906593_1237420309616272_2644670704750751485_nAnunciando que, em setembro, numa data ainda a definir, o Rancho Infantil e Juvenil de Coja vai levar a efeito a Festa da Papa Laberça, Paula Dinis adiantou que “teremos a tradicional papa laberça, os carolos e alguma animação”. O que se pretende é “a preservação desses sabores antigos que gostamos de fazer ainda à moda antiga, com as panelas de ferro e na fogueira”, afirmou, revelando que o objetivo passa também por “ajudar a colmatar as nossas despesas” com as verbas angariadas com as refeições servidas. Entretanto, em novembro, “no fim-de-semana mais próximo do dia de São Martinho”, vai também decorrer em Coja o tradicional jantar da castanha, organizado por este grupo.