Rancho das Rosas de Coja homenageou Cristina Calinas Abreu

Download PDF

Cristina Calinas AbreuA homenagem efectuada a Cristina Calinas Abreu, uma das fundadoras e um dos antigos elementos da direcção do Rancho das Rosas de Coja, foi o ponto alto do XXXII Festival de Folclore daquele grupo. Para o efeito, a antiga dirigente foi chamada ao palco para colocar uma fita no estandarte do grupo. “A Cristina Abreu no ano passado, ainda esteve connosco no festival mas, este ano, afastou-se porque a saúde não lhe permite continuar com o rancho”, recordou António Tavares, explicando que, “achei por bem que fosse colocar a fita no estandarte do rancho que ela serviu e mostrar que mantemos o reconhecimento do trabalho que é feito por quem passa no Rancho das Rosas”. Sublinhando que com estes “gestos de gratidão”, pretendem também mostrar, aos elementos mais jovens que integram o grupo, “estes exemplos que vêm de trás” o presidente da direcção do Rancho das Rosas é de opinião de que “é preciso enaltecer estas pessoas que trabalharam para que o rancho fosse aquilo que é hoje”. Revelando que, para além de fundadora e antiga dirigente, Cristina Calinas Abreu foi “cantadeira”, o dirigente reforçou que “o rancho continuará a agradecer esta vontade das pessoas que o serviram, quer da Cristina, quer da própria irmã, que faleceu há pouco tempo, e que era um elemento de grande empenho na parte do vestuário e também nos órgãos sociais”. “O povo deve ter em conta que as pessoas dão muito do seu tempo às associações”, secundou, enfatizando que “é necessário reconhecermos quem faz trabalho em prol da comunidade”.