Passeio das Pasteleiras juntou 160 pessoas

Download PDF

18838937_1441163289278150_3410295325364252934_nO V Passeio de Pasteleiras, organizado pelos Amigos do Tilifone, um dos sectores da União Recreativa Sarzedense, juntou no fim-de-semana cerca de 160 pessoas, revertendo as verbas angariadas no decorrer do evento para ajudar a custear a remodelação do telhado da referida colectividade. A ideia surgiu á cinco anos, pela mãos de três amantes das pasteleiras, nomeadamente, Hugo Simões, Luís Fulgêncio e Vítor Dinis com o objectivo de “recordar os tempos em que os alunos do Sarzedo iam para Arganil de bicicleta, na altura, nas pasteleiras”, explicou Hugo Simões, acrescentando que integra juntamente com os dois amigos, a secção desportiva da União Recreativa Sarzedense, que apoiou a realização do passeio, assim como a Junta de Freguesia do Sarzedo (para além do comércio local). Revelando que vieram pessoas de várias localidades nomeadamente de Oliveira do Hospital, Carregal do Sal, Penalva do Castelo, Midões, Tondela, Góis, Celavisa, Coja e Coimbra, Hugo Simões sublinhou que “há também gente a vir de Lisboa de propósito”. “Temos tentado todos os anos criar uma novidade para que o passeio não se torne cansativo, tentamos dar algo diferente a quem vem ao Sarzedo e a Arganil”, referiu, dando a conhecer, que este ano, por exemplo, no Sarzedo, “mostrámos um dos primeiros alambiques do Casal do Sarzedo e fomos aos nossos miradouros mostrar o Rio Alva e tudo o que o envolve”. Já em Arganil, e depois de visitarem o Sub-Paço, recordou, “passámos dentro da Mata”, congratulando-se pelo facto de os participantes “terem adorado”conhecer este espaço. De regresso ao Sarzedo, “mostrámos o rio e a nossa praia fluvial”, revelou, tendo terminado a iniciativa com a realização de um almoço, na sede da União Recreativa do Sarzedo