Obras de beneficiação da EN 342 poderão começar ainda este mês

Download PDF

“Já foi assinado o contrato entre a Infra-estruturas de Portugal e o empreiteiro e, neste momento, a empreitada está em apreciação para efeitos de munição de visto por parte do Tribunal de Contas”. Palavras de Luís Paulo Costa, a propósito das obras de beneficiação da EN 342, que segundo o presidente do município de Arganil, deverão começar ainda no decorrer deste mês ou no próximo. “Depois do visto, haverá a consignação da obra”, acrescentou, presumindo que de facto, estejam reunidas as condições para que, “ainda no mês de Junho, ou durante o mês de Julho, seja efectuada a consignação desta importante empreitada para o nosso concelho”. O edil, respondia assim a Luís Gomes, (PSD), que, na Assembleia Municipal, realizada ontem, solicitou alguns “esclarecimentos” relativamente à requalificação da EN 342, começando por recordar que “fomos informados pelo presidente da Câmara de que a Infra-estruturas de Portugal iria pôr a concurso e que a obra seria adjudicada no final do primeiro trimestre e já vamos no final do segundo trimestre e parece não haver luz verde quanto ao começo dos trabalhos”.A questão, também foi abordada por João Figueira (PSD) que, verificando que “a reparação será até Coja”, solicitou que “fosse equacionado o prolongamento do arranjo até aos Vales”, uma vez que, secundou, “serve as populações de Vinhó, vai para a Benfeita e para a Portela de São João, e acho que seria um grande avanço”. Luís Paulo Costa referiu que “o prolongamento aos Vales não me parece que seja uma realidade no âmbito deste projecto”, recordando que “aquilo que foi assumido como compromisso por parte da Infra-estruturas de Portugal foi a abertura do procedimento para o troço entre Coja e Avô, no ano de 2019”.