Município de Penacova já poupou cerca de 11 mil euros na iluminação pública com aposta na tecnologia LED

Download PDF

Humberto Oliveira, presidente do Município de Penacova, faz o balanço de um ano de modernização da iluminação pública. De acordo com o autarca, a factura energética correspondente à iluminação pública paga pela Câmara de Penacova corresponde a uma poupança de 10.995,13 euros. Um ano após de o Município de Penacova ter iniciado o projecto de criação de novas redes de iluminação pública, em parceria com a EDP Distribuição, com a substituição de 468 luminárias de tecnologias de vapor de mercúrio e vapor de sódio por luminárias equipadas a  LED, a poupança tornou-se evidente. A totalidade das baixadas de iluminação pública intervencionadas corresponde às localidades de Ribela, Casalito, Casal de Santo Amaro, Galiana, Água do Soito, Largo D. Amélia (Penacova), Cunhedo, Oliveira do Mondego e Foz do Caneiro. Humberto Oliveira afirma que “as novas luminárias com lâmpadas LED, quando comparadas com as substituídas, oferecem uma eficiência energética bastante superior, consumindo apenas cerca de 40% da energia para a mesma quantidade de luz emitida e um tempo de vida útil cerca de 2,5 vezes superior, permitindo assim uma clara poupança nos custos de manutenção, bem como na energia consumida, o que é bem reflectido na factura energética correspondente à iluminação pública paga pelo Município de Penacova, que no último ano e face à aposta realizada, poupou o montante de 10.995,13 euros.”bbbEsta aposta do município na renovação da rede de iluminação pública visa, para além da diminuição da factura energética, contribuir para a redução das emissões de CO2 e minimizar os desperdícios de luz, optando por uma tecnologia comprovadamente superior ao nível da eficiência energética e com forte impacto ambiental. Neste âmbito, e com o objectivo de continuar a valorizar o território e o seu património contribuindo para a sustentabilidade ambiental do mesmo, serão instaladas, a curto prazo, mais 94 luminárias com lâmpadas LED nas localidades de Alagoa e Porto da Raiva, o que após um ano do início do projeto perfará a totalidade de 628 luminárias com lâmpadas LED na área geográfica do Concelho, que, gradualmente, verá irem sendo substituídos todos os equipamentos obsoletos existentes na rede de iluminação pública, cuja finalidade visa garantir a redução do consumo de  energia e, obviamente, reduzir significativamente, ainda que gradualmente, a factura energética do município na iluminação pública.”