Misericórdia de Tábua aprova relatório e contas do ano transacto

Download PDF

A Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Tábua aprovou por unanimidade o relatório de actividades e contas de 2015, que apresentou um resultado liquido de 368.101,99 euros. Os documentos foram apresentados  pelo provedor da instituição que afirmou que há semelhança de anos anteriores, o ano de 2015 foi “um ano de grande contenção económica” em que “reduzir custos, ser eficiente e eficaz, tornaram-se objectivos do dia-a-dia, para todos os que fazem parte da Santa Casa da Misericórdia de Tábua”. Constatando que a Unidade de Cuidados Continuados “manteve a sua capacidade máxima preenchida durante o ano de 2015” o Capitão Joaquim Ferreira Marques informou que no que respeita à “prestação de serviços de saúde  foram celebrados setenta e seis acordos com a RNCCI – Rede Nacional de Cuidados Continuados”. Entretanto o dirigente efectuou uma exposição detalhada daquilo que tem sido a vida da instituição ao longo destes 12 anos, sublinhando ser a “altura ideal de “se fazer um balanço global e dar a conhecer a sua evolução financeira”, realçando as “grandes diferenças” da Misericórdia desde que surgiu até aos diMisericordia doisas de hoje.  “A evolução que se operou, neste período, é bem evidente, para não ser reconhecida e ou ignorada seja por quem for”, declarou Joaquim Ferreira Marques.“Estamos perante uma instituição com grande dignidade, com um passado digno de respeito, que acumula uma característica canónica, onde na sua função, para além da solidariedade e fraternidade, símbolos da sua bandeira, cumpre com orgulho as 14 obras Misericordiosas”, afirmou ainda o provedor.