Leonilde Piedade e Casa do Concelho de Góis agraciados

Download PDF

Reformada o ano passado, Leonilde Castanheira Silva Piedade, antiga assistente operacional na Residência de Estudantes de Góis, recebeu ontem a Medalha de Serviço Público, da Câmara Municipal de Góis, galardão que visa premiar os trabalhadores que “se tenham comportado com dedicação no exercício da sua actividade”. Revelando que a referida distinção foi aprovada por unanimidade, Lurdes Castanheira, sublinhou que a IMG_8083IMG_8085a antiga funcionária desempenhou as suas funções “com zelo e profissionalismo”, contando que a homenageada começou por trabalhar na Residência de Estudantes em Arganil e, mais tarde, foi transferida para Góis. “As crianças da nossa Residência vão recordá-la sempre”, augurou a presidente da Câmara Municipal de Góis, agradecendo-lhe o trabalho desenvolvido. Posteriormente coube á Casa do Concelho de Góis receber a Medalha de Mérito do Concelho, como forma de reconhecimento pela “contribuição dada na melhoria das condições de vida das populações”. Referindo que a Casa do Concelho de Góis, sediada em Lisboa, é “uma referência no mundo do regionalismo”, constituindo também um “ponto de encontro de muitas gerações”, Lurdes Castanheira explicou que com esta consagração, o município “decidiu dar sequência à deliberação de 1992”. “A medalha foi deliberada em 1992 mas não houve oportunidade ou houve desconhecimento”, recordou a autarca, esclarecendo que foi o Conselho Regional que, durante uma visita, se lembrou que “nunca tinha sido feita a cerimónia e a entrega da medalha” e, nesse sentido, “deliberámos, por unanimidade, dar sequência a esta atribuição”. Agradecendo o trabalho desenvolvido por esta colectividade, a presidente da Câmara Municipal de Góis recordou que “o regionalismo, ao longo de décadas, substituiu o Estado”, apelando para que “continuem a olhar por Góis”.