Incêndio está junto ao limite do concelho de Arganil mas não “há motivos para preocupação”

Download PDF

A frente do incêndio mais preocupante para o concelho de Arganil, é a que lavra neste momento,  junto á aldeia de Sobral, Saião e Salgado, ainda no concelho de Góis, mas muito próximo da mimosa, ou seja, da freguesia de Celavisa, concelho de Arganil. Ainda assim, contactado pelo Rádio Clube de Arganil, Ricardo Pereira Alves garantiu-nos que o incêndio “não entrou no nosso concelho ” e que “os nossos Bombeiros estão a trabalhar afincadamente  e a esforçar-se no sentido disso não acontecer”. “A zona mais preocupante é de facto  a frente junto á aldeia de Saião, Sobral e Salgado que ainda não está controlada, mas os Bombeiros estão a fazer o seu melhor”, acrescentou ainda o presidente da Câmara Municipal de Arganil , adiantando que no sentido de auxiliarem os bombeiros estão também no terreno uma máquina de rasto da ADESA, e uma niveladora da autarquia. O edil assegura que, “não há razão para preocupação”. Ainda assim, o Plano Municipal de Emergência activado ontem ás 17h:00 e que permitiu a retirada de  cerca de 40 pessoas de cinco das sete aldeias da freguesia de Celavisa,  (Adcasal, Jurjais, Linhares, Pracerias e Travessas), irá continuar activo.  Ou seja, essas pessoas, na sua maioria idosos, irão continuar alojadas na sede da União Recreio e Progresso Celavisense, como “forma de precaução”. Note-se que o referido incêndio mobiliza actualmente, 1157 bombeiros, apoiados por 402 viaturas e 21 meios aéreos. foto