Grupo de Dança Coja-A-Animar apresentou nova imagem

Download PDF

O Grupo de Dança Coja-A-Animar, que integra o Rancho Infantil e Juvenil de Coja, aproveitou a realização do 9º Encontro de Dança, que decorreu sábado na Casa do Povo de Coja, para apresentar a sua nova indumentária. Constituído por 17 jovens, com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos, Pula Dinis explicou que “os elementos do grupo fazem questão de se apresentar bem e de acordo com as músicas que dançam” e, por isso, “o Rancho adquiriu umas roupas novas que estrearam no nosso encontro”. Dando a conhecer que “as meninas pequeninas” apresentaram um dos seus temas “de t-shirt e leggings com borboletas” e o outro com “uma saia de tule com uma t-shirt”, a presidente de direcção do Rancho Infantil e Juvenil de Coja, acrescentou que “as meninas mais velhas”, que também apresentaram dois temas ensaiadas pela professora Helena Savedra, vestiram “uma roupa mais prática e mais adequada aquilo que gostam, ou seja, umas calças de fato treino e t-shirts”. Tratou-se, no entender da dirigente, de um “investimento avultado”, já que na totalidade, frisou, “devemos ter gasto à volta de 400 euros”, garantindo porém que “temos gosto que se apresentem bem em palco”. Regozijando-se pela forma como decorreu esta iniciativa, a também vereadora da cultura na autarquia Arganilense, contou, com visível satisfação que, “tivemos casa cheia e as pessoas, no final, felicitaram-nos”, recordando que actuaram, para além do Coja-A-Animar, o Grupo Contracanto, que fez uma apresentação de ballet, “Os Traquinas”, um grupo de dança da Figueira da Foz, e “The Buggies”, um grupo de dança de Arganil. Recordando que a ideia de organizar este Encontro de Dança emergiu “na sequência do surgimento do Grupo de Dança Moderna, no seio do Rancho Infantil”, a dirigente acrescentou que, para além disso, “também somos convidados a participar noutros encontros e é uma forma de intercâmbio e de termos um espectáculo único no nosso concelho”. Tendo em conta que as entradas para assistirem a este espectáculo são sempre gratuitas, a presidente de direcção revelou que, para suportar as despesas, decorrentes da organização da iniciativa têm vendido rifas durante o Encontro, cujos prémios são oferecidos pelo comércio local. unnamed