Festa das Sopas em Celavisa, domingo

Download PDF

A ideia partiu de um associado da União Recreio e Progresso Celavisense, neste caso, Paulo Carneiro que “durante uma conversa no bar da União”, sugeriu que a colectividade promovesse uma Feira das Sopas. Sugestão que a direcção aceitou de imediato, tendo lugar a 1.ª Festa das Sopas em Celavisa, junto á sede da União, no próximo domingo a partir das 12h30. Á sua disposição os visitantes irão ter quatro sopas tradicionais de Celavisa, nomeadamente, canja de galinha, a sopa de grão com carne, a sopa de couve-galega e a sopa de rabo de boi, e se tudo correr bem a 2.ª edição do certame já irá contar também com uma sopa de peixe. Dando a conhecer que as referidas sopas vão ser confeccionadassopa-legumes por habitantes da aldeia, neste caso “pela Orlanda Estevão, Maria Alice Alvoeiro, Maria Manuela, a Rosa e a Lurdes”, José Alvoeiro, presidente da direcção daquela colectividade, garantiu que se tratam de “pessoas da terra com prática” e que irão confeccionar as sopas essencialmente com “ingredientes oferecidos pelos próprios habitantes”, o que, no entender do presidente de direcção daquela colectividade “as tornará deliciosas”. Em causa está uma “mostra de sopas de Celavisa”, não sendo necessária uma inscrição prévia no certame, uma vez que, explicou o dirigente, “basta aparecer no dia e comprar o kit”, ou seja, uma tigela e uma caneca de barro, a 6,50 euros, que depois se assim o desejarem, poderão “levar para casa como recordação”. “Será nessa tigela que podem provar as sopas que quiserem e comerem quantas vezes desejarem daquela que mais gostarem”, sublinhou o regionalista, alertando porém, que “as bebidas são à parte”. A meio da tarde o evento irá contar com a actuaçao do grupo de concertinas “Sons e Suadelas” e no final, revelou José Alvoeiro, “vamos ter um mega magusto para quem lá estiver e para quem quiser aparecer”, em que serão assados 50 kgs de castanhas.