Festa da Papa Laberça juntou Cojenses e amigos

Download PDF

unnamedÁ semelhança do que já vem acontecendo pelo menos de á uns oito anos a esta parte, o Rancho Infantil e Juvenil de Coja promoveu junto á sua sede mais uma edição da Festa da Papa Laberça. Trata-se de uma sopa muito antiga feita á base de feijão com couve enriquecido com farinha de milho, que na altura se podia comer acompanhado de sardinha. Entretanto na Festa, os elementos do grupo, Cojenses e demais amigos que se associaram a esta edição puderam degustar a Papa Laberça, seguida de uma bifana e de carolos doces como sobremesa. “A nossa missão também passa por preservar saberes antigos e no que respeita a esta papa ainda temos quem saiba como se faz á moda antiga com panelas de ferro e tudo”, referiu Paula Dinis bastante satisfeita por mais uma vez esta festa ter contado com mais de uma centena de pessoas. O evento contou ainda com uma descamisada á moda antiga pelo Rancho das Rosas de Coja que descreveu o percurso do milho até ao seu consumo final e com a animação a cargo de um grupo da região. Contando com os apoios, sobretudo logísticos, quer do município de Arganil, da União de Freguesias de Coja e Barril de Alva, da Liga Regional Cojense e da população em geral, a presidente do Rancho Infantil e Juvenil de Coja frisou que “sem todo este apoio, sobretudo o da população não conseguiríamos promover esta festa”. “Esta é já uma festa de referência”, referiu a dirigente, sublinhando que “as pessoas gostam da papa laberça e por isso tentamos manter a tradição”, alem de que, acrescentou, “gostamos muito de receber quem quer que seja na nossa festa divulgar e preservar estes sabores antigos”. O evento serve essencialmente para divulgar este prato antigo, no entanto as receitas também são bem-vindas revertendo para o grupo. “Temos sede própria que precisa sempre de manutenção e nós também precisamos de ajuda para o desenvolvimento do nosso grupo e todas as despesas inerentes”, sustentou a também vereadora da autarquia de Arganil, afirmando porem que “a nossa missão não é angariar receita mas sim a festa em si”.