Executivo camarário cumpre Presidência Participativa na freguesia de Folques

Download PDF

O executivo da Câmara Municipal de Arganil rumou à freguesia de Folques na passada sexta-feira, 11 de junho, para cumprir a penúltima jornada de trabalho no âmbito de ciclo de Presidências Participativas, em andamento pelo território concelhio desde o início de 2020.

Antes do início do roteiro pelas sete aldeias que compõem a freguesia, a comitiva camarária foi recebida na sede da Junta pelo presidente, Paulo Batista, e restante executivo. Em jeito de balanço, o presidente da autarquia, Luís Paulo Costa, enalteceu o entendimento e a parceria proveitosa estabelecida entre Município e Junta de Freguesia ao longo dos últimos três anos e meio, permitindo a concretização de vários obras e investimentos que contribuem para o aumento do bem-estar e da qualidade de vida da população.

Partilhando da mesma perspetiva, Paulo Batista reconheceu a importância da cooperação e do trabalho realizado conjuntamente na procura por respostas e soluções para os problemas e anseios das pessoas da “sua” freguesia.

De Folques, o grupo de trabalho rumou ao Alqueve, onde começou por visitar o reservatório de água para combate a incêndios, construído no âmbito do projeto “Alqueve em Segurança” e financiado pelo programa Fundo Recomeçar em cerca de 34.500 euros, de um total de 52 mil euros, tendo os restantes custos sido assumidos pelo Município de Arganil e pela Junta de Freguesia de Folques.

Ainda no Alqueve, Luís Paulo Costa e restante comitiva tiveram oportunidade de comprovar o progresso das plantações concretizadas no início do ano, no âmbito do projeto Floresta da Serra do Açor, que conta com o financiamento privado do Grupo Jerónimo Martins em mais de 5 milhões de euros. As ações de arborização retomam no outono, altura em que será terminada a plantação das primeiras 300 mil árvores e concluída a primeira fase deste plano de gestão florestal que vai permitir a recuperação e revitalização de cerca de 2.500 hectares de terrenos baldios, fustigados pelos incêndios de 2017.

O périplo ficou ainda marcado pela visita à intervenção que se encontra em fase de conclusão no sistema de abastecimento do Alqueve, da responsabilidade das Águas do Centro Litoral. Os subsistemas do Alqueve e Folques são fundidos num único, passando a aldeia de Folques a ser abastecida a partir da Estação de Tratamento construída junto ao Mosteiro de Folques. Esta intervenção, conjuntamente com as concretizadas nos sistemas de abastecimento de Pomares e Vila Cova de Alva, envolve um investimento de 2,6 milhões de euros.

Das obras em perspetiva, destaque para a pavimentação das ligações Póvoa de Folques-Valbona e Valbona-cruzamento da estrada do Mont’Alto. Esta intervenção faz parte de uma abrangente empreitada de reabilitação da rede viária concelhia, que foi já lançada ao mercado.

Obras concretizadas com recurso a contratos-programa

Acolheram a atenção da comitiva ao longo da jornada de trabalho um conjunto de melhoramentos concretizados mediante a celebração de contratos-programa entre a Junta e o Município. Mediante este instrumento financeiro, foram investido pela autarquia mais de 160 mil euros na freguesia de Folques ao longo dos últimos três anos e meio.

No Alqueve, avaliou-se o calcetamento concluído no Largo do Vale, bem como as intervenções recentemente concluídas de substituição de condutas na rede de distribuição de água do Alqueve e de Mancelavisa, realizadas pela Junta de Freguesia, com o apoio financeiro do Município. A estes trabalhos seguiu-se a pavimentação dos arruamentos, que envolveu um investimento da autarquia de aproximadamente 50 mil euros. Parte deste trabalho foi concretizado pela Junta de Freguesia, beneficiando de um contrato-programa no valor de 20 mil euros.

Em Folques, o grupo de trabalho visitou a antiga escola primária, reabilitada recentemente e inaugurada há cerca de uma semana, contando agora com um Centro de Atividades de Natureza, ao qual foi dado o nome do atleta local André Rodrigues,  atual Campeão Nacional de Trail Ultra. Dos 29.500 euros envolvidos na renovação do edifício, 27 mil euros foram concedidos pelo Município de Arganil.

Alvo de melhoramentos mediante um contrato-programa de 10 mil euros, o Jardim Santo António, em Folques, e a Rua do Outeiro, no Salgueiro, estiveram também na mira das atenções da comitiva. Já nas localidades de Monte Redondo e Bocado, destaque para os trabalhos realizados na captação de água.

Sinalização de situações que carecem de resolução

Empenhados em continuar a trabalhar para proporcionar melhores condições a toda a população da freguesia, Luís Paulo Costa e Paulo Batista sinalizaram várias situações que carecem de resolução. Foi assinalado o desmoronamento de uma barreira na estrada entre Salgueiro e o Mosteiro de Folques e outra na estrada de acesso a Monte Redondo; avaliada a possibilidade de intervenção em casas devolutas afetadas pelo incêndio de outubro de 2017 no Bocado e a necessidade de pavimentação do caminho de acesso à captação de água em Monte Redondo, que será objeto de contrato-programa em breve.