Eptoliva celebrou o Dia do Aluno com um programa “especial”

Download PDF

“Este é um dia especial para a escola”, afirmou Daniel Costa, referindo-se ao Dia do Aluno, que a Eptoliva – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, decidiu celebrar pela primeira vez em Arganil. “Trata-se de um território de abrangência da Eptoliva e é sempre bom estarmos junto da comunidade”, explicou o presidente da direcção da Adeptoliva aquando da sessão de abertura da conferência, “O Papel da Formação Profissional no desenvolvimento do Território”, que decorreu no auditório da Biblioteca Municipal Miguel Torga, em Arganil, com o objectivo de “constituir um espaço de discussão alargado sobre o papel que o ensino e a formação profissional terão no desenvolvimento do território”. A iniciativa, organizada em parceria com o IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional de Arganil, contou com vários oradores, nomeadamente Margarida Mano, (deputada da Assembleia da República), João Paulo Catarino (coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior), Danilo Tavares (coordenador do IEFP/CEFP de Santa Cruz – Cabo Verde), Adília Farinha (directora do Centro de Emprego e Formação Profissional do Pinhal Interior Norte), Ana Luísa Duarte (coordenadora da ADIBER – Associação do Desenvolvimento Integrado da Beira Serra) e Cátia Gonçalves (directora financeira do Grupo Solargus). Recordando que “no ano passado, fizemos o Dia do Aluno em Tábua, já fizemos em Oliveira do Hospital e fora dos concelhos de abrangência”, o dirigente deu a conhecer as várias actividades que os alunos iriam desenvolver ao longo do dia, na vila de Arganil, (várias actividades culturais, de exploração da natureza e de promoção do património natural e turístico, não faltando animação, proporcionada pelo curso de Artes do Espectáculo/Interpretação), reforçando que esta conferência do “EPTO FUTUROS – FÓRUM DA COMUNIDADE, é um ciclo de conferências que estamos aqui a iniciar porque é uma forma de interagirmos, cada vez mais, com a comunidade”. Acrescentando que o objectivo passa por “juntar pessoas para discutir temas de interesse para o território de abrangência da Eptoliva”, Daniel Costa frisou que “Arganil, não tendo, neste momento, nenhum pólo em funcionamento, faz parte do território de abrangência da Eptoliva e temos aqui alunos que a frequentam, pais, encarregados de educação, promotores, instituições parceiras e temos o dever de vir a Arganil estar próximo das pessoas que contribuem também para o bom funcionamento da escola”. “Não faz sentido as escolas hoje ficarem fechadas no seu espaço”, afirmou ainda, sublinhando que é necessário “reforçar a proximidade da escola à comunidade”. IMG_9222