Conferência de imprensa dos candidatos do PSD do distrito de Coimbra

Download PDF

Em conferência de imprensa com a unnamedparticipação dos candidatos Pedro Coelho, à Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares,  Luís Paulo Costa, à Câmara Municipal de Arganil,  Rui Sampaio, à Câmara Municipal de Góis,  Joaquim Lourenço, à Câmara Municipal da Lousã,  António Simões, â Câmara Municipal de Penacova,  Fernando Tavares Pereira, à Câmara Municipal de Tábua e Maurício Marques, presidente da Distrital do PSD de Coimbra. As candidaturas “Poiares no Coração”, “Confiança no Futuro” de Arganil, “Góis Mais” de Góis, “Abraçar a Lousã” da Lousã, “António Simões – Penacova 2017” de Penacova, “Levar Tábua a sério” de Tábua e a Distrital do Partido Social Democrata consideram que a auto-estrada Viseu-Coimbra (em estudo) – a Via dos Duques – deve ter o chamado traçado Sul que liga Ceira (nos arredores de Coimbra) a Santa Comba Dão (já no distrito de Viseu) pois é mais curto que o traçado Norte, tem um menor impacto ambiental, ajuda à viabilidade da A13, evita redundâncias e permite uma ligação directa ao nó do IC6 (já na zona da albufeira da Aguieira). O traçado Sul é da maior justiça intelectual para quem defende a maior coesão entre o litoral e o interior.  As acessibilidades a Sul do distrito de Coimbra carecem de melhorias, esta é a forma exímia de as concretizar.  A ligação Coimbra- Viseu através do Traçado Sul, substituindo o IP3, mantendo-o e melhorando-o, deve estar isenta de portagens, atenuando os custos da interioridade. As EN17 e a A1 sairão beneficiadas com a redução, óbvia, de trânsito melhorando as condições de circulação, tendo em vista um melhor aproveitamento da rede viária. As empresas do interior beneficiarão francamente com esta infra-estrutura, vários são os concelhos que beneficiam directamente com este traçado: Tábua, Oliveira do Hospital, Seia, Gouveia pela ligação ao IC6; Penacova, Vila Nova de Poiares, Lousã e Góis passam a distar de uma auto-estrada cerca de 15 a 20 minutos. Em termos ambientais o traçado Sul em comparação com a solução Norte (atravessa a Serra do Buçaco, passa pelos aquíferos de Caldas de Penacova e obrigará a desmatar o Luso e Corgas/Buçaco) é mais sustentável. É por este manancial de fundamentos e pelo bem-estar das populações do interior que estes autarcas e futuros autarcas se batem pelo traçado Sul, considerando-o a melhor resolução para a Via dos Duques.