“Compromisso do Alva” para valorizar o Rio Alva

Download PDF

Dinamizado pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e com o acompanhamento da CIM- Coimbra, Ricardo Pereira Alves apresentou esta manha em reunião de Câmara o denominado “Compromisso do Alva”, ou seja, um documento que dá a conhecer “compromissos e intenções para a valorização do Rio Alva”. O documento será subscrito por sete municípios, nomeadamente Arganil, Gouveia, Oliveira do Hospital, Penacova, Seia, Tábua e Vila Nova de Poiares, tendo um enquadramento financeiro no âmbito do PROVERE. Congratulando-se pelo surgimento deste documento que depois de ratificado será subscrito na próxima reunião de Câmara, o presidente do município Arganilense deu a conhecer os objectivos do mesmo. Assim sendo pretende, “promover, valorizar e inovar de acordo com as potencialidades do rio Alva, tornando-o um motor de desenvolvimento dos concelhos em complementaridade com outros sectores”, “valorizar o potencial endógeno dos territórios atravessados pelo rio Alva” e, “dinamizá-lo em cooperação com instituições, associações e agentes económicos”. Entretanto, prossegue, “ao activar todo o potencial do rio Alva, prevêem-se inúmeras vantagens”, tais como, “aumento do número de visitantes e consequente geração de riqueza”, “aumento de sinergias turísticas”, “promoção de novas oportunidades de negócio e de dinamização das economias locais e dos seus produtos endógenos”, “contribuir para a diminuição da sazonalidade do turismo”, entre outros. No sentido de concretizar os referidos objectivos os sete municípios comprometem-se a “promover e apoiar as iniciativas de valorização do rio Alva e do seu potencial”, a “desenvolver acções de divulgação e sensibilização ambiental junto dos actores locais, regionais e nacionais”, a “trabalhar em conjunto e de forma concertada, através da partilha de informação e da articulação de acções conducentes á promoção integrada do rio Alva”, bem como,  a “velar pelo desenvolvimento e execução das iniciativas em torno do rio Alva”. Congratulando-se pelo “Compromisso do Alva”, Miguel Ventura referiu que o documento, “vem ao encontro das preocupações que fomos manifestando ao longo destes anos, que o Vale do Alva merecia uma grande atenção”, uma vez que, sustentou o vereador socialista, “congrega um conjunto de recursos importantes e diferenciadores que merecem ser aproveitados e valorizados, no sentido de trazerem riqueza em termos ambientais e económicos para este território”. O também presidente da ADIBER apenas confessou “temer que pelas verbas disponíveis e este documento fique aquém daquilo que é o desejo de todos nós”, afiançando desde logo que o irá subscrever após a sua ratificação. Também o seu colega de bancada, João Pedro Pimentel, sublinhou tratar-se de um documento que “poderá contribuir para um novo impulso e desenvolvimento económico, social e turístico da nossa região”, regozijando-se com o seu surgimento.rio-dois