Candidatura do PS em Góis inaugurou sede de campanha

Download PDF

DSC01992A candidatura do Partido Socialista á Câmara Municipal de Góis, liderada por Lurdes Castanheira, inaugurou ontem a sua sede de campanha, situada na Avenida Manuel Naia Sarrazola, no Bairro de São Paulo, em Góis e apresentou os cabeças de lista aos órgãos autárquicos do concelho de Góis. A sessão, que encheu a sede de campanha, contou com um representante nacional do partido, Jorge Lacão, assim como com o presidente da Federação Distrital de Coimbra do PS, Pedro Coimbra, que usaram da palavra, bem como José Albuquerque, mandatário da candidatura, Jaime Garcia, candidato á Assembleia Municipal de Góis e os quatro candidatos às freguesias do concelho, tendo encerrado as intervenções Lurdes Castanheira. Antes, porém, foram dados a conhecer os líderes das listas candidatas às freguesias do concelho de Góis. Assim sendo, a lista candidata á Assembleia de Freguesia de Alvares é liderada por Joaquim Mateus, á Assembleia de Freguesia de Góis candidata-se Paula Gonçalves, enquanto que António Carvalho é novamente candidato á Assembleia de Freguesia de Vila Nova do Ceira e António Martins á União de Freguesias do Cadafaz e Colmeal. Satisfeita pela “grande moldura humana que aqui temos”, Lurdes Castanheira, agradeceu aos Goienses por, “marcarem presença de forma tão maciça”, sublinhando tratar-se de “uma grande jornada de trabalho”. A actual presidente do município de Góis e candidata a um terceiro e ultimo mandato, destacou a “importância”, dos autarcas locais, agradecendo também a Jaime Garcia por ter aceite o convite para ser o candidato á Assembleia Municipal, e vaticinando em seguida que se este não fosse o seu ultimo mandato, por limitação dos mesmos, “coloco sérias duvidas se estaria disponível para continuar”, secundando que “entendo que devemos preparar outros protagonistas para ficarem á frente do concelho”. Lurdes Castanheira frisou ainda que “nestes últimos dois anos aprendemos muito”, sublinhando que, “não sabia que era possível governar sem orçamento aprovado”, congratulando-se por terem conseguido “transformar determinados constrangimentos em oportunidades”, deixando “um agradecimento especial”, aos trabalhadores da autarquia Goiense. Sobre os órgãos apresentados, declarou, “estou muito orgulhosa desta equipa”, afirmando que o PS “é o partido que melhor pode responder a um território como Góis”.