Bombeiros de Côja receberam EPI

Download PDF

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Côja assinalou domingo o seu 52º aniversário com a realização de um almoço, antecedido da entrega de um presente “muito necessário” para esta corporação. Assim sendo, os soldados da paz receberam 60 fatos de equipamento de protecção individual por parte da Natura e 31 por parte da Câmara Municipal de Arganil.

No caso da natura, a entrega deveu-se ao resultado da campanha, “seja naturalmente solidário”, decorrida no Verão passado, precisamente com o objectivo de angariar fundos para a aquisição do referido equipamento. Como tal, por cada compra superior a 5 euros, a Natura doou 1,5% desse valor, angariando um total de 32, 207, 68 euros no final da campanha, o que permitiu a oferta do equipamento de protecção individual “que fará com que os Bombeiros combatam os incêndios florestais com maior segurança”. Já o equipamento oferecido pelo município de Arganil resultou de uma candidatura efectuada no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, ao POVT, e que segundo explicou ao Diário de Coimbra Ricardo Pereira Alves, “tinha precisamente por objectivo dotar os corpos de bombeiros de equipamento de protecção individual”. E, acrescentou o presidente da Câmara de Arganil, “como era o aniversário dos Bombeiros, fizemos questão de simbolicamente fazer hoje esta entrega”. Refira-se que estes equipamentos, com um custo total na ordem dos 17 mil euros, tiveram 85% de financiamento comunitário, sendo os restantes 15% suportados pela Autoridade de Protecção Civil e pelos municípios envolvidos, tendo no caso concreto do município de Arganil, tendo contribuído com 4.800 euros. “Ainda é uma verba significativa, mas entendemos que não é um custo mas um verdadeiro investimento, na melhoria das condições dos nossos Bombeiros, para continuarem a operar no terreno e a desenvolver um trabalho notável”, declarou Pereira Alves, sublinhando que foi também aprovado por unanimidade em reunião de câmara a entrega de 10 mil euros aos Bombeiros de Coja, para ajudar na aquisição de cinco desfibrilhadores, “para dotarem as suas ambulâncias de melhores condições também no socorro”. Bastante satisfeito com a entrega do referido equipamento estava Jorge Matos Silva, que em declarações ao nosso Jornal, explicou que “os equipamentos que tínhamos eram muito velhos e já tinham um determinado tempo de uso”, acrescentando que dado que “a segurança deles advém dos produtos químicos e com a lavagem vão desaparecendo, estava mesmo na altura de fazer um investimento na compra de fatos novos”. Neste âmbito, revelou, “para nossa sorte e porque temos bons amigos, essa despesa foi colmatada com a oferta de 60 fatos por parte da Natura e 31 por parte da Câmara Municipal de Arganil”. Afirmando que actualmente “os fatos que temos dão para todos os Bombeiros”, o presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Coja desvendou que gostaria de passar a ter mais Bombeiros na sua corporação.