Bispo de Coimbra vai “ao encontro do povo de Deus” no concelho de Góis

Download PDF

lurdes-castanheira-d-virgilio-nascimento-e-padre-carlos-cardosoAté ao próximo domingo (19 de fevereiro), o Bispo de Coimbra, D. Virgílio Nascimento, está a efetuar uma visita pastoral ao concelho de Góis, iniciativa que começou ontem, com a celebração de uma eucaristia, na Igreja Matriz de Góis, tendo, em seguida, o Bispo sido recebido no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelo executivo camarário, representantes de várias entidades e instituições concelhias e população local. Hoje (sexta-feira), D. Virgílio Nascimento vai ser recebido, durante a manhã, na junta de freguesia de Vila Nova do Ceira, onde vai passar por diversas instituições, seguindo para a freguesia de Góis. Amanhã, o Bispo de Coimbra vai estar também na União de Freguesias do Cadafaz e Colmeal, culminando esta visita no domingo, pelas 17h30, com um momento cultural, que vai ter lugar na Casa da Cultura de Góis, e que vai ser antecedido de um almoço convívio. Considerando que esta visita tem “um elevado significado para a comunidade de Góis e, sobretudo, para a comunidade cristã”, Lurdes Castanheira, dando as boas-vindas ao Bispo, referiu que a missão da Câmara Municipal é “servir a população”. Realçando que “o nosso trabalho é material mas também apostamos muito na imaterialidade”, a presidente da Câmara de Góis revelou que “o que nos preocupa é que o nosso trabalho tenha resultados no futuro, seja na educação, na formação, no emprego ou na área social, no apoio a crianças e idosos”. “E nunca nos furtamos de estar ao lado da comunidade cristã”, garantiu, lembrando que o município colabora especialmente aquando o Corpo de Deus e a Santa Maria Maior. Mostrando-se orgulhosa por receber D. Virgílio Nascimento nos Paços do Concelho, a autarca afirmou que esta foi “uma cerimónia simples mas sentida”. Dando ainda a conhecer que “somos um concelho com sentido inclusivo”, trabalhando “para todos e para que Góis seja um concelho onde vale a pena viver”, Lurdes Castanheira fez votos para que “esta visita ao concelho seja uma entre muitas”, até porque “sabemos que já esteve connosco na visita pastoral em Alvares, a convite da Misericórdia de Góis e na Igreja Matriz de Góis”, sublinhou. Aproveitando a presença, nesta cerimónia, do padre Carlos Cardoso, a presidente da Câmara de Góis enalteceu que se trata também de “uma pessoa dedicada e que se entrega para servir as paróquias do concelho”. Já o padre Carlos Cardoso, parco em palavras, constatando que este foi um “dia memorável”, dirigindo-se ao Bispo de Coimbra, referiu que “espero que a sua passagem e palavra venha a resultar pastoralmente” e que “conhecendo melhor as pessoas, possa dar a sua mão, na medida do seu alcance”. Por sua vez, D. Virgílio Nascimento, confirmando que já esteve neste concelho “noutros contextos”, explicou, contudo, que esta visita pastoral é “uma forma mais direta e próxima que o Bispo tem de vir ao encontro do povo de Deus”. Revelando que “a minha vinda aqui é sinal do respeito que a Igreja Católica de Coimbra tem por outras instituições de Góis”, O Bispo de Coimbra apelou para que a “ação política” também seja respeitada. “Temos todos de dignificar esta nobre atividade, uma vez que é um serviço ao bem comum”, acrescentou, desejando que o concelho de Góis “tenha condições adequadas para continuar a trabalhar a favor do desenvolvimento e do progresso”.

Categoria: Notícias

Comentários fechados.