António Nogueira despede-se dos Bombeiros Voluntários de Arganil

Download PDF

A Assembleia Geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Argus, aprovou, por unanimidade e aclamação, o plano de actividade e orçamento para 2017, embora a direcção que vier a ser eleita no dia 28 de Janeiro possa alterar estes documentos, se o desejar. “É no cumprimento dos estatutos da Associação que apresentamos aos associados estes documentos, que certamente continuarão a contribuir para que sejam criadas as ferramentas necessárias para que a acção do corpo de Bombeiros se paute cada vez mais pela eficácia nas diversas áreas de intervenção”, explicou António Nogueira. O presidente da direcção da colectividade, que já fez saber que não se recandidatará, referiu-se também ao reduzido número de presenças na Assembleia. “O que está aqui dentro é muito mais belo do que se diz lá fora. É um estigma de Arganil. Se houvesse problemas esta sala estaria cheia de gente. Mas estamos serenos”, declarou, manifestando a “sua gratidão” e agradecendo a todos, “o apoio que nos deram para conseguir levar a bom porto a nossa missão e me terem ajudado a construir um pouco da história desta casa”. Reputando o orçamento apresentado como “equilibrado e realista”, o dirigente referiu-se ao trabalho desempenhado pelos soldados da paz, “um trabalho generoso, que muitas vezes passa despercebido a muitas pessoas”, mas que, “continuam a estar sempre presentes no cumprimento do seu dever”, sustentando que “ser bombeiro é voar mais alto, é o combate de e pela paz”. Tendo em conta que se tratou da última Assembleia Geral em que participou, enquanto presidente de direcção, António Lopes Nogueira, afirmou que “saio com a consciência tranquila, fiz o melhor que soube, com os meus companheiros,  de uma casa de gente generosa, onde aprendi de muito”. O dirigente agradeceu ainda “àqueles que ajudaram a criar pontes”. “Temos de criar mais pontes”, exortou, felicitando desde logo os próximos corpos sociais “pela coragem e por se disponibilizarem para continuarem a conservar estes alicerces em que assenta a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Argus”. prof_antonio-nogueira3

Categoria: Notícias

Comentários fechados.